Olint - 12 Abr 2013 - 09:57

ARBEQUINA AS-1

Printer-friendly versionSend to friendPDF version
Características gerais da variedade
Denominação e sinonímias: 

A Arbequina recebe esta denominação pela sua zona de origem, provavelmente próxima à vila leridana de Arbeca. Encontra-se também com as denominações Arbequí, Arbequín e Blancal. A Arbequina AS-1 é uma selecção da variedade ARBEQUINA muito produtiva e totalmente adaptada ao sistema superintensivo.

Área de cultivo: 

É a variedade mais importante da Catalunha, onde ocupa mais de 55.000 hectares. Também se difundiu no resto da Espanha, sobretudo na Andaluzia. É a variedade de referência nas novas plantações superintensivas, por este motivo além de Espanha plantou-se em muitos outros países: França, USA, Chile, Portugal, Itália, Tunísia, Marrocos, Austrália, Argentina…

Considerações agronómicas e comerciais: 

De vigor reduzido, porte aberto e densidade de copa média-alta. É considerada auto fértil. Entrada precoce em produção e produtividade elevada e constante. O rendimento de azeite é elevado e a qualidade do seu azeite excelente, mesmo apresentando baixa estabilidade. Possui uma capacidade de enraizamento elevado.

Resistências, tolerâncias e susceptibilidades: 
  • Tuberculose Susceptível 
     
  • Repilo Medianamente tolerante
     
  • Verticilose Susceptível
     
  • Limitações Clorose férrica em terrenos muito calcários
     
  • Outras Resistente ao frio
Caracteres morfológicos
Folha: 

De tamanho pequeno, curta e de largura média, forma elíptico-lanceolada.

Fruto: 

De cor preta na maturação. Tamanho pequeno, com forma esférica e simétrica. O ápice é arredondado e não apresenta bico. A secção transversal máxima é circular e está ligeiramente deslocada para a base. Relação polpa /endocarpo médio.

Endocarpo: 

Forma ovóide e simétrica. Superfície rugosa, com sete a dez sulcos fibrovasculares agrupados juntamente à sutura. A base e o ápice são arredondados. Este último apresente mucrão. A secção transversal máxima é circular e está centrada.